terça-feira, 20 de junho de 2017

Visitando a loja da Lauren Singer

Para quem não sabe quem é a Lauren Singer, ela é uma blogueira do Trashisfortossers que mora em Nova York ela também é dona do produto de lavanderia chamando The Simply Co e ela abriu a pouco tempo a loja dela junto com seu parceiro Daniel chamada Package Free shop, e eu fui conhecer.

Eu e a Lauren
Eu sempre fui seguidora da Lauren, e sempre fiquei encantada com ela pelo simples fato de ela produzir apenas uma jarra de lixo em quatro anos.

                                     
Ela primeiramente evita a produção de lixo, produzindo produtos em casa, comprando usando apenas embalagens que são reutilizáveis trazidas de casa. Depois ela reutiliza o que pode ser reutilizado e recicla o que pode ser reciclado e composta o que pode er comportado, o resto vai para a jarra dela.

Eu como membra da Juventude Lixo Zero Brasil tive a oportunidade de convidar a Lauren pessoalmente para o  IV Encontro Internacional Lixo Zero que acontecerá em FLORIANÓPOLIS - BRASIL nos dias 20, 21 e 22 DE OUTUBRO. 


   


A loja da Lauren e do Daniel é INCRIVEL

Objetivo da loja é vender utensilios para ajudar as pessoas a reduzirem a produção de resíduos.



Pequeno videozinho que eu fiz para mostrar um pouco da loja Pachage Free



Algumas coisinhas que eu comprei!


Obrigada Lauren por ser uma inspiração para muitas pessoas ao redor do mundo.








quinta-feira, 1 de junho de 2017

Bye bye USA

      Então finalizei meus dois anos de estudo nos Estados Unidos. Me formei com meu Associate Degree in Science um diploma que não existe no Brasil, isso equivale aos dois primeiros anos de faculdade.
      Antes de voltar para o Brasil dei uma passada em Nova Iorque, vou falar sobre isso no próximo post. Agora vou falar um pouco sobre as ultimas atividades que fiz no meu College e a impressão que os Estados Unidos me deixou.
      Minha escola adotou duas milhas de uma beira de estrada, onde ela é responsável por limpar aquela região. Eu como membro da sociedade Phi Theta Kappa (alunos que tem boas notas) fui ajudar na limpeza da lateral da estrada, foi uma experiência muito legal.


Recolhendo o lixo ao longo de um pequeno trecho da via percebemos rapidamente como os Americanos não se importam com o meio ambiente.em aproximadamente 3.22 km recolhemos toda aquela quantidade de lixo que esta no lado esquerdo da foto acima. Encontramos muitas embalagens de plástico, latas e principalmente copos de isopor que eles utilizam para tomar refrigerante.
  Outra coisa que fiz durante os últimos 6 meses foram recolher as garrafas de plástico que minhas amigas e colegas do time de basquete produziam.

     Estes dois sacos cheios foram de apenas os últimos dois meses. A escola não tendo nenhum tipo de lixo reciclado, todas essas garrafas iriam acabar tendo o aterro sanitário como seu destino final. No dia da foto uma colega minha de aula fez o favor de lavar todas as garrafas que eu estava armazenando em baixo da minha cama do meu alojamento para um centro de reciclagem mais próximo.
    Amei morar nos Estados Unidos, mas fiquei extremamente chocada com os maus hábitos que os Americanos possuem e com a "ignorâncias " em relação ao meio ambiente. Como utilizar pratos descartáveis no dia-a-dia para não precisar lavar louça, ou a utilização de garrafinhas descartáveis para tomar água diariamente.

sexta-feira, 3 de março de 2017

Decepcionada

       Estou morando nos Estados Unidos meu segundo ano. Troquei de cidade e cada vez me decepciono mais com as atitude das pessoas aqui. Estou no time feminino de basquete da minha universidade onde convivo diariamente com minhas colegas de time e volta e meio eu tenho que escutar algum comentário não muito inteligente da minhas colegas sobre algo que eu estou fazendo para evitar a produção de lixo ou sobre eu salvando garrafas de plástico para reciclar.
      A escola não tem se quer um lixo para material reciclado, nada é reciclado por aqui. Muita comida e outros materiais são desperdiçados. Não tenho como me locomover pela cidade, mas a senhora da segurança me falou que tem um pequeno centro de reciclagem na cidade, então eu comecei a salvar todas as garrafas plásticas que eu, minha colegas de quarto e uma outra colega de time produzimos. Coloco elas em baixo da minha cama e volta e meia falo com a senhora da segurança e ela leva para mim no centro de reciclagem. Muita gente da cidade que tem apenas 15.000 habitantes nem sabe que este centro de reciclagem existe.

       Uma das minhas colegas de time é um exemplo de estudante e atleta, ela tem notas muito boas na escola. Mas isso não significa nada que ela é inteligente. Ela é uma das pessoas que eu convivo que come mais fast food. Acho que ela deve comer no mínimo umas três ou quatro vezes por semana. Ela é a primeira a falar sobre alguma alguma coisa pra mim. Outro dia estávamos em uma loja com o time onde o técnico comprou uma jaqueta e uma mochila para cada uma do time, a atendente perguntou s precisávamos sacolas, eu fui a primeira a dizer não, cada uma pode botar sua jaqueta dentro da mochila e levar para o ônibus, não precisamos produzir um lixo desnecessário. Ela olhou para mim e falou eu não me importo nada com o meio ambiente, ele não me afeta, vamos pegar sacolas sim. Eu fiquei muito brava.
      Ontem eu, minha colega de quarto e outra guria do time estávamos no super e eu levei minha própria sacola, ela olhou para mim e disse:" eu te odeio muito as vezes sabia com esta tua historia de lixo ai". Essa mesma guria no inicio do semestre eu estava na cozinha e ela estava arrumando o material escolar dela, ela jogou uma pilha de matérias no lixo. Eu esperei ela sair e fui olhar o que ela jogou. Ela jogou três cadernos praticamente com quase todas as folhas em branco. Ela usou para o semestre passado, tinha apenas algumas paginas escritas e o nome de cada matéria na frente. Tirei as folhas que ela usou e peguei os cadernos para mim, e eles estão sendo bem úteis para mim estudar.  
      Queria muito mudar muita coisa aqui na cidade, o basquete e a escola me consumem muito tempo e agora eu comecei a trabalha como salva vidas na piscina da escola para fazer um pouco de dinheiro. A temporada do basquete agora esta acabando e ainda tenho um pouco menos de dois meses e meio na escola. Tenho alguns planos para fazer na escola quando a temporada acabar. Quero falar com algumas pessoas e ver se eu consigo colocar alguns lixos reciclados pelo campus da escola.
Nao vejo a hora de voltar para o Brasil e poder realmente agir e fazer alguma diferença. 

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Novo semestre!

Faz um tempinho que nāo escrevo aqui! Vida de jogadora de basquete e estudante nos Estados Unidos nāo é muito fácil. Fiz um ano em Highland Community College quando consegui fazer alunos se juntarem para criar o The Green Team (o time verde) eu tive que mudar de escola.
Hoje estou morando em Borger- Texas. Estou morando nos dormitórios de Frank Phillips College. E adivinha se eles tem algum programa com o meio ambiente ? Eles se quer reciclam na escola. Não sei nem por onde começar a fazer alguma mudança aqui.
 Mas falando de mim, poucas coisas atualmente estou fazendo para ser Lixo Zero. Isso me deixa triste. Saímos com o time para comer Fast Food e produzimos muito lixo. Eu continuo usando meu coletor menstrual até então usava meu shampoo e condicionador Lush, toda vez que vou no mercado levo minha sacola. Tento escolher produtos que são menos piores para o meio ambiente.
Meu dormitorio é bem americano. Cada duas gurias tem um quarto. Sala, banheiro e cozinha em comum.


Visual da cozinha

 



Nesse papel assim diz: Certifique-se de lavar a louça em uma base diária. Qual louça não limpa ira ser jogada fora.


Imagina quanta louça ja foi jogada fora. Imagina quanto prato e talheres recicláveis já foram jogados fora. Americanos preferem usar itens descartáveis do que ter que lavar. Isso realmente me incomoda. Olhando esse lixo então, me da vontade de separar e reciclar tudo, mas eu não tenho a onde colocar. Eu não tenho um carro onde posso carregar ate um lugar para reciclagem. Muita coisa ainda precisa ser feita.

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Reciclagem no College

Mais ou menos dois mêses atrás comecei a ajudar a fazer a reciclagem do campos. Toda a quarta feira de tarde eu e um colega meu recolhemos todos os lixos recicláveis do campos e levamos para o centro de reciclagem. Onde nos temos que separar cada material. Uma vez por mês vem uma empresa recolher todo o material reciclado.

 A minha cidade tem cerca de 1000 habitantes. Então não é um grande volume de material reciclado.



sexta-feira, 1 de abril de 2016

Visitando lugares diferentes

   Semana passada tive um feriado de uma semana e minha colega de apartamento convidou eu e minha amiga Brasileira para ficar na casa dela em St Joseph- Missouri. Essa cidade fica 35 minutos do College onde eu estudo. O pai dela me levou para conhecer o centro de reciclagem e o aterro sanitário da cidade.  A cidade tem 77 mil habitantes  ( conforme Wikipedia).



    Assim é o aterro sanitário da cidade. Quase nenhum lixo exposto ao céu aberto. Todos os dias antes de fechar eles cobrem todo o lixo. Todo final da semana eles cobrem tudo da semana com outra camada. Eles tem um controle do lençol freático semanalmente. Eles são responsáveis pela água da chuva que cai no terreno do aterro sanitário. O aterro sanitário produz gás metano, eles armazenam o gás e transformam em energia que abastece cerca de 150 casas da cidade.




    O centro de reciclagem da cidade não é muito grande. Eles não tem um sistema de coleta seletiva, quem quiser reciclar tem que trazer o material até este local.




sexta-feira, 25 de março de 2016

Loja nota 1000

Eu tenho uma fascinação por não produzir lixo. Acho isso muito legal. Mas nem sempre é fácil ter esse lifestyle. Moro em um dórmitorio dentro da universidade,portanto, como ja disse antes, faço praticamente todas as minhas refeições na cafeteria, então acabo não comprando muitas coisas no mercado.
Desde que eu comecei com essa ideia de ser lixo zero, ja adaptei na minha vida algumas simples mudanças:
- Uso um coletor menstrual
- meus shampoo, condicionador e desodorante são em barra para não produzirem embalagens.
- Uso minha propria sacola reutilizável quando vou ao mercado
- tenho meus talheres de acampamento e meu copo para eu não precisar usar descartáveis.

Semana passada fui em um mercado local muito legal chamado  The Merc C+op localizado em Lawrence- Kansas       http://themerc.coop
 Conforme o site do mercado, todos os produtos sāo da região, uma distancia maxima de 200 miles ( 320 km) o que ajuda a  economia local.












Fiquei apaixonada com o mercado porque você pode comprar uma grande variedade de produtos a granel usando seu próprio conteiner. Desde vários tipos de grãos, até farinha, manteiga de amendoim, café, etc. Ate mesmo roupa orgânica, dentro muito outros tipos de produtos.
Eu comprei apenas duas coisas que eu estava precisando. Um shampoo em barra, pois o meu estava no fim, e um produto para tirar manchas de roupa.